1/18/2006

é hoje e não ontem

fiquei de postar meu final de ano e minha retrospectiva pessoal.
Porém algo não estava legal, não podia escrever sem ter certeza de que era real.
Não dormi quase nada e o pouco que consegui não ajudou muito, acordei as 4 da manhã, ainda sem acreditar.
não deu certo novamente, e não sei se um dia vai dar, reconheço meus erros mas também valorizo meus acertos.
tenho certeza de que não quero ser do mundo, queria serde alguém, queria que meu coração atraca-se em um porto seguro e de lá nunca mais fosse embora, queria acordar ouvindo sempre uma voz doce de bom dia e planejar juntos o dia, o mês o ano e a vida.
Não tenho como argumentar, mas novamente entreguei meu coração, baixei a guarda e foi assim, e é assim.
Erros e acertos convivem conosco nossa vida inteira, mas o que queremos dela nos leva a ser forte e a conquistar o que merecemos.
Sem planos, sem bom dia, sem ninguém...é assim que me sinto hoje e sei que esta feliz por isso.
me doi escrever me dói falar me dói saber que tentei e falhei que tudo foi em vão e que não acredito mais no amor, que não vale a pena querer ser e viver um unico amor uma unica vida.
e todos ao meu lado feliz por terem chances que não vejo mais.
se tudo estava perdido, porque estava eu sem dormir e chorando?
porque você foi embora e me deixou sozinha sem nem ao menos me fazer entender o quanto fui importante se é que fui, e se era porque não sou mais?
não sou e nem fui o que ninguém esperava, talvez não seja nem pra mim, agora a unica coisa que toma conta é uma dor no peito, um semblante cansado , um coração partido e as esperanças perdidas.
Não vou mentir pra mim, no começo era quem queria, no fim já não sabia, me tomava conta a dor de sentir que não era correspondida em meus pedidos ou carinhos.
Porque é tão facíl dizer palavras de rancor que depois diz que não é verdade do que dizer palavras de amor que não são ditas mas são verdade?
Então é mais facíl magoar do que falar de amor e de amar?
Não entendo mais, apenas me mata essa merda de pessoa que sou que não vê o lado "apenas uma transa e nada mais" que é esse mundo invertido a pessoas sem coração dilaceradas pelo tempo que não vêem nada adiante que não seja foder com os demais.
Aonde me estou no meio disso tudo?
enfim
estou só e ninguém mais fora eu sente por isso

Um comentário:

Mauricius An7 disse...

Ahmmm.... mais poética que você, só Chico Xavier... passei só pra deixar um 'oi' e tchau!

Fui
Mau